• Tomo II – Artigos de temas variados: Percepções da polícia militar do Oeste do Paraná sobre aspectos da economia do crime
  • Perceptions of the Military Police Officers in Western Paraná on Aspects of the Economics of Crime.
  • 1) Sofia Lopes Shikida; 2) Valmir de Souza; 3) Fábio Costa Pereira
    • Resumo
    • O objetivo deste artigo é analisar as percepções empíricas da polícia militar do Oeste do Paraná sobre aspectos da economia do crime e cotejá-las com a literatura afim, mediante pesquisa de campo nos Batalhões da Polícia Militar de Cascavel, Foz do Iguaçu e Toledo. Para tanto, foram aplicados questionários, seguidos de entrevistas, a 223 policiais militares dessa mesorregião (nível de confiança de 95% e margem de erro de 6%). Como principal resultado, os policiais militares demonstram que o crime econômico está sendo motivado, mormente, pela ideia de ganho fácil e pela tríade cobiça, ambição e ganância. Tal conclusão vai ao encontro das principais percepções obtidas por pesquisadores da economia do crime, que entrevistaram presos e/ou condenados pela justiça. O insight deste artigo foi revelar que os policiais militares ressaltam, como forma de aumentar os custos da atividade delituosa, o fato de o valor esperado da punição, no caso de ser preso, ter relação com o quadrinômio “lei implacável/punição exemplar”.
    • Palavras-chave
    • Crime econômico. Pesquisa de campo. Polícia.
    • Referências
    • AMARAL, J. A. da S. Determinantes da entrada das mulheres no tráfico de drogas: um estudo para o Acre (Brasil). Doutorado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio. Unioeste, Toledo/PR. 2019.
      BECCARIA, C. Dei delitti e delle pene (1764). English edition: Bellamy R (ed.). On Crimes and Punishments and Other Writings (trans: Richard Davies et al.). Cambridge: Cambridge University Press, 1995.
      BECKER, G. S. Crime and punishment: an economic approach. Journal of Political Economy, Chicago, v. 76, n. 2, pp. 169-217, 1968.
      BORILLI, S. P. Análise das circunstâncias econômicas da prática criminosa no Estado do Paraná: estudo de caso nas Penitenciárias Estadual, Central e Feminina de Piraquara. Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio. Unioeste, Toledo/PR. 2005.
      BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988, 292 p.
      BRENNER, G. A racionalidade econômica do comportamento criminoso perante a ação de incentivos. Tese de Doutorado em Economia. UFRGS, Porto Alegre/RS. 2001.
      BREUNIG, A. E.; SOUZA, V. de. Sociologia do crime e da violência. Curitiba: Intersaberes, 2018.
      CARVALHO, C. Teoria da Decisão Tributária. São Paulo: Almedina, 2018.
      CERQUEIRA, D. Causas e consequências do crime no Brasil. Doutorado em Economia. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.
      FRAGOSO, H. C. Direito penal econômico e direito penal dos negócios. Revista de Direito Penal e Criminologia, n. 39, pp. 122-129, 2018.
      GIANNETTI, E. Felicidade. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
      GIBBONS, T. The utility of economic analysis of crime. International Review of Law and Economics, v. 2, n. 2, pp. 173-191, Dec. 1982.
      GLAESER, E. L.; SACERDOTE, B.; SCHEINKMAN, J. Crime and social interactions. The Quarterly Journal of Economics, v. 111, n. 2. pp. 507-548, May 1996.
      GRÜNER, S.; HIRSCHAUER, N. Economics of crime: different paradigm. In: MARCIANO, A., RAMELLO, G. B. (Eds.). Encyclopedia of Law and Economics. New York: Springer, 2018, pp.1-12.
      NICKEL, H. Análise da execução penal envolvendo crimes econômicos no Paraná cuja pena privativa de liberdade foi substituída por prestação de serviços e/ou pecuniária. Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio. Unioeste, Toledo/PR, 2019.
      OLIVEIRA, C. A. de Ensaios em economia do crime: dissuasão, armas e carreira criminosa. Doutorado em Economia. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS, 2011.
      SANTOS, C. A. P. dos; CASAGRANDE, D. L.; HOECKEL, P. H. de O. “Teoria econômica do crime”: dos pressupostos acadêmicos à empiria do dia a dia na vida de ex presidiários de Santa Maria RS. Economia e Desenvolvimento, v. 27, n. 2, pp. 308-325, jul./dez. 2015.
      SCHAEFER, G. J.; SHIKIDA, P. F. A. Economia do crime: elementos teóricos e evidências empíricas. Análise Econômica, Porto Alegre, ano 19, n. 36, pp.195-217, set., 2001.
      SCHLEMPER, A. L. Economia do crime: uma análise para jovens criminosos no Paraná e Rio Grande do Sul. Doutorado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio. Unioeste, Toledo/PR, 2018.
      SHIKIDA, P. F. A. Considerações sobre a Economia do Crime no Brasil: um sumário de 10 anos de pesquisa. Revista de Análise Econômica do Direito/Economic Analysis of Law Review, v. 1, n. 2, pp. 318-336, jul./dez., 2010.
      SHIKIDA, P. F. A. Economia do crime: uma análise sobre a maioridade penal a partir de detentos paranaenses. Revista de Análise Econômica do Direito/Economic Analysis of Law Review, v. 7, n. 1, pp. 249-265, jan-jul, 2016.
      SHIKIDA, P. F. A. Uma análise da economia do crime em estabelecimentos penais paranaenses e gaúchos: o crime compensa? Revista Brasileira de Execução Penal, v. 1, n. 1, pp. 257-278, jan./jun. 2020.
      YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.
    • Abstract
    • The goal of this paper was to analyze empirical perceptions of military police officers in Western Paraná, on aspects of the economics of crime, and to compare them with the related literature, using field research, in the Military Police Battalions in the mesoregion of Cascavel, Foz do Iguaçu and Toledo. For this purpose, 223 participants responded to a questionnaire, followed by an interview (95% confidence interval and a 6% margin of error). As the main result, the military police officers, with their respective perceptions, demonstrated economics crime is being motivated mainly by the idea of easy gain and the triad “greed, ambition and covetousness”. This conclusion is similar to the main perceptions obtained by researchers of economics of crime, who interviewed prisoners and/or convicts by the courts. Another important result shows military police officers also point out, as a way of increasing the costs of criminal activity, the expected value of the punishment, in case of arrest, relate with “ruthless law/exemplary punishment”.
    • Keywords
    • Economic crime. Field research. Police.
    • pt_BR